Pittsburgh Steelers: hexacampeões nacionais de futebol (americano) [como, aqui, o glorioso SPFC (em futebol de verdade)]

Notícia da Folha de S. Paulo de hoje. Agora tenho o privilégio de ser bi-hexa…🙂 Será que é meu karma que meus times sejam hexa-campeões nacionais???

02/02/2009 – 01h10

Steelers vencem Super Bowl das viradas e se tornam "os maiores"

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Numa das mais emocionantes e imprevisíveis decisões dos últimos tempos, o Pittsburgh Steelers se consagrou como a equipe mais vencedora da história da NFL (sigla em inglês para liga de futebol americano). O time do lançador Ben Roethlisberger e do técnico Mike Tomlin derrotou o Arizona Cardinals neste domingo por 27 a 23 em Tampa e se isolou como o grande nome do Super Bowl. O título só veio no último quarto, depois de duas viradas no placar.

JOGADA HERÓICA NO 2º QUARTO

Gene J. Puskar/AP

Harrison atravessa o campo após interceptar passe de Warner e marca o touch down

John Bazemore/AP

Em seguida, defensor dos Steelers recorre ao oxigênio para recuperar suas forças

Com o título na edição 43 da final da NFL, os Steelers superam Dallas Cowboys e San Francisco 49ers e chegam ao sexto título no Super Bowl. Derrotados em sua primeira aparição na final, o Arizona por sua vez continuam sem os famosos anéis de campeões do futebol americano.

Foi o triunfo de uma equipe mais eficiente na defesa, com um quarterback consistente e que explora basicamente os lançamentos em curta distância, sobre o segundo melhor ataque da NFL, com um lançador que arrisca demais e prioriza os passes de longa distância. No caso, Kurt Warner, campeão com o Saint Louis Rams em 2001.

Mais cauteloso e 11 anos mais jovem que Warner (37), "Big Ben" Roethlisberger faturou seu segundo título (havia triunfado com o Pittsburgh em 2006, como mais jovem quarterback campeão) apoiado em seu jogo de avanços precisos de curta e média distância.

O Pittsburgh foi o time que menos cedeu jardas aos adversários através de passes com uma média de 156,9 jardas durante a temporada regular. Para se ter uma ideia, o segundo foi o Baltimore Ravens com 179,7. Nas corridas, os Steelers chegaram à decisão com a segunda melhor defesa, cedendo apenas 80,2 jardas em média aos rivais. Com isso, o time foi o que menos sofreu pontos na primeira fase e teve um trabalho vital do setor para eliminar San Diego Chargers e Baltimore Ravens nos playoffs, antes do Super Bowl de Tampa.

Em tempos de Barack Obama na presidência dos Estados Unidos, o técnico Mike Tomlin também cravou neste domingo seu nome na história do esporte mais popular do país, ao se tornar o segundo treinador negro campeão da NFL.

O título dos Steelers veio mesmo com a atuação espantosa do wide receiver Larry Fitzgerald, responsável por dois touch downs a favor dos Cardinals. Fitzgerald é o recordista na história de anotações em playoffs.

Em campo no primeiro quarto, o Pittsburgh chegou à end zone dos Cardinals logo na primeira incursão ao ataque, graças a um avanço do lançador Ben Roethlisberger. No entanto, a arbitragem decidiu anular o touch down, depois de rever a jogada pela TV, alegando que o camisa 7 dos Steelers tocou o joelho no solo antes de cruzar a linha final.

Mesmo assim, o time de Pittsburgh conseguiu inaugurar o placar no mesmo ataque, com um field goal de 18 jardas de Jeff Reed.
Os Steelers chegaram à vantagem de 10 a 0 logo no começo do segundo quarto. Perto da end zone, Roethlisberger optou pelo trabalho com o running back Gary Russel, que assegurou mais seis pontos aos Steelers. Em seguida, o chute do ponto extra consolidou os dois dígitos no placar.

Os Cardinals esboçaram uma reação logo depois, com o desabrochar de Warner. Primeiro, o lançador achou Anquan Boldin, que efetuou avanço de 45 jardas. Em seguida, Ben Patrick entrou na end zone e conferiu equilíbrio ao Super Bowl. Somado ao ponto extra, o Arizona diminuiu a diferença para 10 a 7.

A primeira jogada crucial para a definição do jogo aconteceu nos segundos finais do segundo quarto. O defensor dos Steelers James Harrison interceptou um passe de Warner na end zone contrária e correu o campo todo, de ponta a ponta para fazer touch down e aumentar a vantagem para seu time. Após o esforço, Harrison desabou no chão e, instantes depois, teve que recorrer ao balão de oxigênio para recobrar as forças.

John Mabanglo/EFE

Santonio Holmes foi o herói do último quarto, ao efetuar o touch down decisivo

Após o intervalo, os Steelers continuaram soberanos na defesa e conseguiram ampliar a vantagem com mais um field goal. Mas o instante de suspense veio no fim, quando Larry Fitzgerald, wide receiver estrela dos playoffs, pegou passe de Warner para dar mais um touch down ao Arizona.

A reação dos Cardinals ganhou força nos minutos finais, quando a arbitragem detectou uma infração em uma ação de ataque do Pittsburgh dentro da end zone. Ou seja, o Arizona ganhou dois pontos e mais uma posse de bola.

Em seguida, Warner conectou passe com o cabeludo Fitzgerald, que se desvencilhou da marcação dos Steelers e chegou à end zone inimiga em uma progressão de 64 jardas.

Mas quando tudo apontava para o título inédito dos Cardinals, Roethlisberger conseguiu empurrar o Pittsburgh para uma improvável virada. Quase saindo de suas características, o lançador arriscou e, no passe final, achou Santonio Holmes na end zone para selar o dramático 6º título dos Steelers. A jogada acabou dando a Holmes o título de MVP (sigla para jogador mais valioso) da final.

Pouco mais de 72 mil pessoas acompanharam a partida no Raymond James Stadium e viram, além da vitória do Pittsburgh, o show do intervalo com o veterano cantor Bruce Springsteen. As imagens do Super Bowl 43 foram levadas para mais de 230 países ao redor do mundo.

PONTOS DO SUPER BOWL 43

PRIMEIRO QUARTO

STEELERS 3 a 0 – Kicker Jeff Reed converte field goal de 18 jardas e coloca o Pittsburgh logo de cara em vantagem.

SEGUNDO QUARTO

STEELERS 10 a 0 – O running back Gary Russel, recebe perto da end zone e faz o 1º touch down do jogo. O ponto extra consolida dois dígitos de vantagem dos Steelers.


CARDINALS reagem.. 10 a 7 –
Ben Patrick foi acionado por Kurt Warner e ingressa na end zone para marcar seis pontos. O ponto extra ainda ajuda a colocar o Arizona no jogo.

STEELERS 17 a 7 – O defensor James Harrison intercepta passe de Warner e corre o campo todo para fazer incrível touch down.

TERCEIRO QUARTO

STEELERS 20 a 7 – Jeff Reed converte mais um field goal e aumenta a vantagem do Pittsburgh

ÚLTIMO QUARTO

CARDINALS diminuem 20 a 14- Mesmo marcado em cima, Larry Fitzgerald pega passe diagonal de Warner para dar mais um touch down ao Arizona.

CARDINALS equilibram.. 20 a 16- Arbitragem detecta infração de ataque na end zone dos Steelers e concede

CARDINALS viram.. 23 a 20- Warner conecta passe com Fitzgerald, que se livra da marcação na corrida para fazer mais um touch down

STEELERS retomam o placar 27 a 23 – Roethlisberger arrisca e acha Santonio Holmes no limite lateral da end zone. É a jogada do título, com direito ao último extra point da temporada

Transcrito no Lageado, em Santo Antonio do Pinhal, 2 de Fevereiro de 2009


  1. Bom dia
    em primeiro quero parabenizar pelo site museu virtual do futebol
    pois estavamos precisando muito de um lugar onde o torcedor pudesse ver saber aprender e divulgar suas histórias e reliquias do futebol
    devemos sempre mater viva a história de nosso futebol e tenho comigo uma raridade da história de nosso futebol segue um pouco da história e a materia realizada pelo comentarista de futebol Milton Neves no quadro “Que fim levou…” onde ele conta um pouco da hist´ria da carterinha nº1 do SPFC e uma homenagem ao saudoso Nestor de Almeida

    Em meados dos anos 80 conheci um senhor bem velhindo que praticava caminhada dentro do parque da agua branca ele se chamava Nestor de Almeida e me contou que junto com um grupo de amigos resolveram fundar um time de futebol em 1935 e este time viria a se chamar São Paulo Futebol Clube ele contou que como todos os sócios eram tambem athletas eram denominados de sócio Athleta , e como o Sr Nestor de Almeida fazia parte da primeira formação do clube e foi o primeiro goleiro do time ficou com a carteirnha nº 1 do então SPFC e ele acabou me presenteando com elas, são um jogo de cinco carteirnhas maravilhosas são as mais raras que existem pois não existe cópias e nem o SPFC tem, apenas eu tenho as originais inclusive tem uma materia feita pelo comentarista Milton Neves no quadro “que fim levou” onde ele conta um pouco da história das cartetrinhas e faz uma homenagem ao saudoso Nestor de Almeida, e gostaria de aproveitar o ensejo e dizer que estou procurando patrocinio para colocar em exposção elas dentro do NAVIO TRICOLOR que partirá em abril comemorando 20 anos do primeiro titulo mundial do clube e nele estarão diversas figurinhas carimbadas do SPFC como rai , palhinha, serginho chulapa toda diretoria e muitas mais e tenho certeza que este patrocinio poderá elevar ainda mais o nome do site MUSEU VIRTUAL DO FUTEBOL pois estas carteirinhas alem de contar a história do clube tambem faz parte da historia do futebol brasileiro.
    se quizer receber fotocópias das mesmas é só enviar um email que mandarei para vcs e tambem a materia do MILTON NEVES, me coloco a disposção para sanar qualquer eventual duvida , ou se quizerem realizar uma materia estou a disposção tambem .
    caso nõ interessar gostari muito de alguns contato com alguns jogadores antigos como rai chulapa palhinha rogerio ceni dentre outros e tambem poder ofereçer se interessam patrocinar este evento.
    certo de poder contar com sua habitual compreensão, antecipo meus agradecimentos

    ——————————————————————————–

    Curtir

  2. Pingback: Os Views dos Meus Artigos Aqui, « Liberal Space: Blog de Eduardo Chaves

  3. Pingback: Top Posts of this Blog for all time ending 2014-04-14 with number of views « * * * In Defense of Freedom * * * Liberal Space

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: