Vergueiro

Meus dois posts anteriores foram desabafos, reclamações. Este também vai ser.

Em Inglês há um ditado que diz “If it ain’t broke, don’t fix it” – “Se não está quebrado, não conserte”. Esse ditado deveria ter sido levado em conta pela Prefeitura de São Paulo fem relação à Avenida Vergueiro, no trecho que vai da Estação Paraíso do metrô até a Av. Sena Madureira.

Moro por ali, passo sempre nesse trecho. Nunca tive maiores problemas antes. A Prefeitura, entretanto, resolveu criar uma faixa para motociletas nesse trecho. Para fazer isso, eliminou todas as conversões à esquerda, em ambas as direções, no trecho. Havia pelo menos três conversões à esquerda, uma na direção da Vila Mariana, duas na direção do Paraíso.  Elas funcionavam bem, porque a rua se alargava um pouco na proximidade delas. O trânsito fluía bem, apesar das conversões à esquerda.

Agora, para ir da Vila Mariana ao Paraíso, se você quer fazer uma conversão à esquerda, tem de entrar por umas ruinhas estreitas que atravancam o tráfego. Para vir do Paraíso para a Viila Mariana, você tem de entrar pela Domingos de Moraes – que já era atravancada e, com o trânsito que se dirige ao Ipiranga e à Imigrantes, fica intransitável. E, não sei exatamente por quê, a Vergueiro ficou totalmente entupida.

Não havia um problema. Quiseram consertar. Criaram um enorme problema. Espero que o consertem logo.

Em São Paulo, 20 de Abril de 2010

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: