Homenagem ao Oscar: A arte de traduzir títulos de filmes

Já faz bem mais de cinco anos que, cada vez que chega o Oscar – e a festa será hoje à noite – crio dois arquivos (em Microsoft OneNote) com os nomes dos indicados ao prêmio nas várias categorias: um arquivo em Inglês, outro em Português. Vou anotando neles, à medida que os prêmios são anunciados, os ganhadores.

Frequentemente me causa estranheza a tradução para o Português (do Brasil) dos títulos originais de alguns filmes. (Digo “Português do Brasil” porque em Portugal os filmes muitas vezes têm títulos diferentes dos que foram adotados aqui, como se verá).

Vejamos os títulos dos dez indicados para melhor filme este ano – em Inglês e em Português (do Brasil), por ordem alfabética do título em Inglês (desprezado o artigo definido inicial):

Black Swan Cisne Negro
The Fighter O Vencedor
Inception A Origem
The Kids are All Right Minhas Mães e Meu Pai
The King’s Speech O Discurso do Rei
127 Hours 127 Horas
The Social Network A Rede Social
Toy Story 3 Toy Story 3
True Grit Bravura Indômita
Winter’s Bone Inverno da Alma

Black Swan é Cisne Negro. Tradução literal, sem problemas.

The Fighter, que seria literalmente traduzido como O Lutador, tornou-se O Vencedor. Não vi o filme, mas a troca de título na tradução já indica que, quaisquer que sejam os meandros da história, no fim o lutador sai vencedor.

Inception virou Origem. Origem corresponderia melhor a Origin, Inception sendo Início, Começo, Abertura, mas… ok.

The Kids are All Right virou Minhas Mães e Meu Pai. The Kids are All Right poderia ter sido traduzido como As Crianças Estão Bem, As Crianças Deram Certo. O título traduzido indica que o filme diz respeito a crianças que têm mais de uma mãe e só um pai – um filme que trata de um casal de lésbicas, portanto. As duas mulheres tem uma filha adolescente cada um, gerada por inseminação artificial a partir de esperma doado por um mesmo indivíduo. Logo, o pai das duas meninas é o mesmo. Assim, o título aqui no Brasil é preciso, mas revela mais sobre o filme do que o título original. Mas… ok.

O título dos três filmes seguintes tem tradução literal e Toy Story 3 não teve o título traduzido.

True Grit foi traduzido como Bravura Indômita. Grit é Coragem, Bravura. True é Verdadeira. Por que substituir Verdadeira por Indômita, um termo cujo sentido a maior parte das pessoas nem conhece? Outro dia ouvi alguém se referir ao filme em Português como Bravura Indolente… (Indômito seria Unconquerable, Undefeated, Unbeated). Mas… ok.

O último é o pior. Winter’s Bone virou O Inverno da Alma. Em Portugal o título se tornou “Despojos do Inverno”… Em Francês o título virou “Tout un Hiver sans Feu” (Um Inverno Inteiro sem Fogo). Literalmente a tradução deveria dar O Osso do Inverno em Português. Doido, não? É inegável que Winter’s Bone é um título enigmatico mesmo no original. O termo “Winter” (Inverno) deve ser interpretado literal ou metaforicamente? Sem ver o filme é difícil dizer. Não vi o filme, mas li a sinopse no IMDB (International Movie DataBase). Continua difícil dizer. Na sinopse o Inverno, como estação do ano, parece não ter papel nenhum na história. (Assim, torna-se difícil entender a tradução para o Francês, exceto em sentido mais metafórico ainda do que o título original).

Encaminhando para o encerramento, a tradução do título de alguns filmes de Elizabeth Taylor que comentei brevemente no Facebook de ontem.

A Place in the Sun – Um Lugar ao Sol (ok) (Um Lugar ao Sol, em Portugal)
Raintree County – A Árvore da Vida (???) (Não descobri o título em Portugal)
Giant – Assim Caminha a Humanidade (???) (O Gigante, em Portugal)
The Sandpiper – Adeus às Ilusões (???) (Adeus Ilusões, em Portugal)

Por fim, duas traduções – floridas, eu diria – para o Francês.

Thorn Birds – Pássaros Feridos, no Brasil (e, acredito, também em Portugal – embora não tenha certeza). Em Francês? Les Oiseaux se Cachent pour Mourir (Os Pássaros se Escondem para Morrer).

Dead Poets Society – A Sociedade dos Poetas Mortos, no Brasil (O Clube dos Poetas Mortos, em Portugal). Na França? Le Cercle des Poètes Disparus (O Círculo dos Poetas Desaparecidos). No Canadá Francês, La Société des Poètes Disparus (A Sociedade dos Poetas Desaparecidos).

Em São Paulo, 27 de Fevereiro de 2011 (Dia do Oscar)

  1. Pingback: Os Views dos Meus Artigos Aqui, « Liberal Space: Blog de Eduardo Chaves

  2. Pingback: Top Posts of this Blog for all time ending 2014-04-14 (Summarized) « * * * In Defense of Freedom * * * Liberal Space

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: