Retorno – e a Polícia de São Paulo

Faz quase vinte e cinco dias que não escrevo aqui. A última vez foi no dia 26/12/2008. Já estamos no novo ano. A razão pela qual não escrevi aqui é que estava escrevendo em outro blog, sobre a viagem que fiz à Europa de 29/12/2008 a 17/01/2009. Esse blog, entretanto, é, no momento, de acesso restrito, por razões pessoais. Quem sabe no futuro eu libere o acesso a ele. A viagem à Europa foi para participar, em Londres, de uma série de cinco eventos patrocinados pela Microsoft. Mas aproveitei para dar uma esticada e passei por Lisboa, Paris, Zurich, Winterthur, novamente Lisboa, e Londres.

Cheguei num dia e, no dia seguinte, 18/1, Domingo, perdi vários documentos (RG, CPF, Carteira de Habilitação, Registro e Licenciamento do Carro, Cartão de Seguro do Carro, Cartão de Plano de Saúde), quatro cartões de crédito e um cartão de débito. Voltei para casa correndo, cancelei todos os cartões de crédito e débito no próprio Domingo, e, na Segunda, pedi segunda via dos documentos.

Hoje cedo minha filha Patrícia me ligou para dizer que a companhia que faz os seguros dos meus carros havia ligado para minha ex-casa em Campinas para informar que meus documentos haviam sido recuperados durante uma blitz em que havia sido preso um menor que estava de posse de meus documentos. Disseram-me para contatar o Terceiro DP, na Rua Aurora, quase esquina da Avenida Rio Branco.

Hoje à tarde fui lá – e fui surpreendido com um atendimento impecável: atencioso, cortês, indo além daquilo que manda o dever. Na recepção foram muito atenciosos, me encaminharam ao Cartório, que fica no terceiro andar, onde fui atendido por um escrivão chamado Danilo, que procurou em várias pilhas de ocorrência até achar a que fazia referência aos meus documentos. Eles foram encontrados não com um menor, mas com uma menor, de 17 anos, chamada Greice Kelly Trindade de Campos, que a Guarda Civil Metropolitana suspeitou de estar traficando drogas no Vale do Anhangabaú (foi presa na Rua Formosa, em frente do número 999). Com ela acharam cocaína, crack e maconha em quantidade que só traficante possuiria – e todos os meus documentos, sem faltar um sequer. A prisão se deu ontem à tarde. A menor foi encaminhada para a antiga FEBEM – hoje Fundação C.A.S.A.

Deixo aqui o meu reconhecimento pela eficiência e honestidade da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo e dos policiais do Terceiro DP. Muitas vezes a gente fala mal da Polícia – mas é preciso falar bem, também, quando ela age de maneira proba.

Em São Paulo, 20 de Janeiro de 2009

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: