Yoaní Sánchez e a Esquerda Fascistóide Brasileira

Nós brasileiros tínhamos a fama de ser um povo cordial e hospitaleiro, pronto a receber e a tratar bem os estrangeiros, mesmo sem saber falar a língua deles direito.

Na verdade, demos asilo, recentemente, a um italiano condenado por quatro assassinatos que fugiu para cá. Continua vivendo em nosso meio, sem ser molestado.

Agora aportou aqui Yoani Sánchez, a blogueira cubana que vem, quase sozinha, desafiando a ditadura dos irmãos Castro. Nós vivemos 20 anos de ditadura e temos horror à coisa. Os cubanos, coitados, estão há mais de 50 anos com a deles, que é pior do que a nossa foi. Yoani e o seu blog vem revelando ao mundo o que se passa em sua terra. A recente microabertura de Raúl Castro lhe permitiu conseguir um passaporte e sair do país. O Brasil é o primeiro país que ela visita nessa viagem.

Somos,  além de um povo cordial e hospitaleiro, com qualquer um, um povo amante da liberdade. Era de esperar que a guerreira pela liberdade vinda de Cuba fosse acolhida aqui de braços abertos pela população, pela mídia, pelos políticos que um dia lutaram pelo fim da nossa ditatura e pela restauração da liberdade aqui.

Mas que nada. Com o beneplácito de personagens importantes de nosso governo, parte da esquerda mais radical, fascitóide, se prestou a encenar um enredo escrito na Embaixada de Cuba no Brasil e foi declarar a Yoani mal-vinda, vaiando-a, impedindo-a de se locomover, de falar, de ver o documentário que foi feito sobre ela…

A nossa assim chamada oposição está quieta. Deveria estar ao lado de Yoani dando-lhe apoio e impedindo que esses trogloditas brucutus da esquerda mais retrógrada ocupassem os holofotes, mostrando ao resto do mundo quão rudes somos com nossos visitantes – e isso às vésperas da Copa das Confederações, da Copa do Mundo, da Olimpíada.

A nossa pseudo oposição não protestou com veemência nem mesmo diante da informação, veiculada pela VEJA, de que espiões cubanos estão agindo livremente em nosso país para vigiar a blogueira. E olhem que a VEJA acertou na mosca quando divulgou que um petralhinha brasileiro que trabalha no Palácio do Planalto, sob as ordens do Ministro Secretário da Presidência, tinha ido a Cuba e recebido um CD-ROM que continha o script e material de apoio para difamar Yoani aqui no Brasil.

Dá vergonha de ser brasileiro numa hora dessas.

Em São Paulo, 19 de Fevereiro de 2013

6 responses

  1. Queridíssimo…,
    Parabéns…!!! Concordo plenamente com tudo que você escreveu…!!!!
    Compartilhei na minha página do Facebook.
    Um grande abraço a você e à Queridíssima…

    Curtir

  2. Pingback: Os Views dos Meus Artigos Aqui, « Liberal Space: Blog de Eduardo Chaves

  3. Pingback: Top Posts of this Blog for all time ending 2014-04-14 with number of views « * * * In Defense of Freedom * * * Liberal Space

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: