Se tem de perder pra alguém, que seja para os EUA

Acabou a final do futebol feminino nas Olimpíadas. Pela segunda vez, o Brasil perde a medalha de ouro — para o mesmo time, o americano.

Sinto pelas meninas brasileiras. Torci para elas. Mas se tinham de perder para alguém, estou contente que tenha sido para as meninas americanas. Odiaria perder para as alemãs ou as argentinas. Não odeio perder para as americanas.

Sou brasileiro de nascimento. Também por sentimento. Mas os Estados Unidos são minha segunda pátria. Morei lá durante muito tempo, lá terminei meus estudos formais, obtendo o Mestrado e o Doutorado, lá tive meus dois primeiros empregos acadêmicos. Tenho uma filha, a Andrea, hoje com 35 anos,  anos, nascida lá. Na realidade, ela sempre morou lá, embora tenha também nacionalidade brasileira. Tenho duas netas nascidas lá, Olivia e Madeline, que também têm dupla nacionalidade. Minha filha fala Português, mas minhas netas, não. A comunicação com elas é, portanto, necessariamente em Inglês.

Além disso os Estados Unidos têm feito mais pelo futebol feminino do que qualquer outro país. Minha neta de seis anos joga futebol na escola, tem técnicos, aprende todos os fundamentos direitinho… E isso como parte das atividades escolares, em campos bem construídos e com todos os recursos necessários…

É isso. Parabéns às americanas pela medalha de ouro e parabéns às nossas valiosas meninas pela de prata.

Em Salto, 21 de Agosto de 2008

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: