Eu chego lá… (ou a ciência finalmente chega a mim)

Tive um infarto em Março de 2002 – e me vi forçado a mudar minha dieta. Aos poucos, porém, liberalizei-a um pouco: os remédios ajudam a manter o colasterol sob controle. Mesmo assim, não é fácil.

Mas tinha dois grandes consolos.

Primeiro, eu podia tomar vinho tinto, o meu favorito. Quem dizia que vinho tinto era bom para o coração sempre aconselhava a tomar uma taça por dia. Perguntei ao meu cardiologista se haveria problemas em tomar um pouco mais do que isso. Ele me respondeu que o problema mais grave que poderia ocorrer seria eu me tornar alcóolatra. E me advertiu que vinho tinto tem calorias – e que, portanto, não deveria me esquecer de que muito vinho pode dificultar o controle do peso. Resolvi enfrentar os dois riscos – e tenho me dado bem. Não fiquei alcoólatra (por enquanto) e estou com o peso razoavelmente sob controle.

Segundo consolo: salmão, que é meu peixe favorito (quando grelhado, com alcaparras), também é bom para o coração. Sempre que vou a um bom restaurante, peço salmão – especialmente quando estou em Seattle ou em Santiago, em ambos os casos cidades em que se vendem excelentes salmões em não menos excelentes restaurantes.

Hoje vi uma reportagem no Jornal Nacional informando o resultado de pesquisas que provam que chocolate do tipo escuro (amargo) também é bom para o coração. Excelente. Mais uma coisa de que gosto que é boa para o coração. Um terceiro consolo.

Estou esperando que a ciência prove que pão francês, salame italiano e presunto de Parma são bons para o coração. Daí não preciso mais me preocupar com alimentação:

No almoço, salmão ao molho de alcaparras, acompanhado de pão francês e de  vinho tinto, com chocolate amargo de sobremesa;

À tarde, um lanche de pão francês com presunto italiano e/ou presunto do tipo Parma, acompanhado de vinho tinto, com chocolate amargo de sobremesa.

A ciência ainda chegará até mim. Só falta algum bom cientista provar que, entre as refeições, umas colheradas de Leite Condensado fazem bem ao coração. Daí o mundo será dos cardíacos.

(Andar, de que também gosto, a ciência já provou que faz bem para o coração. Sexo a ciência já provou que faz bem ao coração. Antigamente se dizia que tudo que é gostoso ou faz mal para a saúde, ou engorda, ou é pecado. Do jeito que as coisas estão caminhando, um dia se provará que tudo o que é gostoso faz bem para o coração.)

Em Campinas, 28 de Agosto de 2008

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: