"Há algo de podre no reino da Dinamarca"

Parodiando Sheakespeare, há algo de podre na República Petista. Disso ninguém mais duvida. E ninguém mais duvida que o chefe operacional do esquema de podridão é o Zé Dirceu.

Pode até ser que nada venha a ser provado – no sentido estrito de prova que os tribunais aceitem. Mas que ninguém mais duvida, ninguém duvida.

A questão que ainda permanece em algumas mentes ingênuas é: "Lulla sabia?"

Lulla se encontra diante de um aparente dilema – que, pelo que consta, causou a carranca e a ausência de discurso presidencial no dia da saída do kamarada Daneil do governo:

* admite que sabia, e é incluído entre os corruptos;

* ou continua negando, e é considerado ou um cínico – ou, então, um incompetente que não vê o que se passa debaixo do seu nariz.

Na realidade, o dilema é meio falso.

É inegável que Lula sabia. Foi informado do fato pelo menos pelo próprio Jefferson. Fontes ligadas a Lulla (como o Aldo Rebelo – é assim que é grafado o seu nome no site da Câmara) já admitiram que ele sabia… Negar, agora, vai soar falso.

Mas, no entanto, Lulla, pelo jeito ajudado pelo Duda Mendonça, resolveu optar pelo que soa falso…

Ou vejamos:

Nada soa tão falso (e simplório), no momento atual, quanto o arrogante desabafo do presidente, no discurso de Luziânia, de que ninguém neste país tem tanta autoridade moral quanto ele…

Nada soa tão falso (e ofensivo), no momento atual, quanto a idiota campanha publicitária colocada nas ruas, lançada com o discurso presidencial da última quinta-feira (dia 23/6), que alardeia o que todo mundo sabe não ser verdade: que o governo é maior combatente da corrupção que o país já teve…  (Um era caçador de marajás; o outro vai pretender ser caçador de corruptos…)

Mais falso e triste ainda é ver o Post Scriptum da publicidade governamental, que procura ligar o PT a essa mentira, imaginando que os que não mais acreditam no PT vão voltar a acreditar porque um mentiroso anúncio de um presidente desacreditado diz que o PT esteve com ele no combate à corrupção.

Josias de Souza diz o seguinte hoje na Folha, sobre a hipótese de que Lulla não sabia e é, portanto, honrado:

"Um presidente honrado que preside uma ‘ilicitocracia’ e continua empunhando a bandeira da moralidade confunde a platéia. Uma parte acha que ele é um cínico. A outra acha que é um banana."

É isso.

Em Campinas, 26 de junho de 2005

  1. Pingback: Os Views dos Meus Artigos Aqui, « Liberal Space: Blog de Eduardo Chaves

  2. Pingback: Top Posts of this Blog for all time ending 2014-04-14 with number of views « * * * In Defense of Freedom * * * Liberal Space

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: